quinta-feira, 19 de maio de 2011

Anjos existem – Por Jenfte Alencar



Em minha vida inteira procurei algo que ninguém jamais encontrou, busquei numa caminhada sem fim, sem rumo... não existe rota pra onde quero chegar, não existem limites para onde quero estar. Durante toda essa trajetória encontrei de tudo, amigos, inimigos, monstros, “demônios”, se assim posso chamá-los, mas nada disso me fez parar, nada disso me fez desistir do meu objetivo, nada disso me fez mudar de caminho... Embora fossem muitos os destinos e caminhos por onde poderia seguir, nenhum me chamou atenção, pois não estava sozinho, havia algo que me que me guiava, que me dava forças, para encarar esses desafios.

De todos os mortais que existem, poucos são aqueles que têm protetores, que têm anjos, mas eu tinha um e ela era tão linda, mas tão linda, a mais linda de todas, só tinha olhos para ela e mais ninguém, sempre que precisava de um conselho, sempre que precisava de um ombro para consolar minhas lágrimas, um ouvido para ouvir minhas reclamações, ela aparecia, aparecia só para mim e mais ninguém, e quando ela estava comigo, conseguia flutuar nas nuvens sem cair, andar na neve sem afundar e até atravessar o mar sem me molhar. Mas, ela não estava aqui apenas para ouvir minhas reclamações, juntos vivemos momentos fantásticos, conhecemos histórias magníficas que ninguém ouviu ou viveu. Era tudo perfeito, perfeito com o céu, como a lua, como o sol, como a arte de estar vivo e antes que pudesse imaginar, antes que pudesse pensar já estava apaixonado.

Os sentimentos haviam mudado e o que era apenas amizade, com o tempo transformou-se em amor e já não queria mais ser apenas um amigo. Quando estou com ela, o tempo voa e a felicidade invade o meu coração e me enche de um sentimento que não tenho como descrever em simples palavras, muitos o chamam de Amor e outros de paixão. O nome não importa e nem sequer como ele é chamado, escrito ou falado, o que realmente interessa é o que ele representa... O que sinto. Tudo o que posso te dizer é que ela não sai da minha cabeça, por mais que me esforce, tudo se volta para ela. Por onde olho e para onde olho só consigo enxergá-la.

Tudo o que queria era dizer o quanto gosto de você, o quanto você já faz parte da minha vida e nem ao menos imagina. Tem horas em que penso que sou invisível e que ela não me vê, mas talvez seja eu que não queira enxergá-la. Mesmo que eu não possa ficar com ela ou tê-la, quero ao menos vê-la passar, vê-la sorrir, vê-la sonhar... Hoje, descobri que não sou o único que posso vê-la, e quando a vi com outro alguém, o meu coração se desfez em milhares de pedaços. Nunca havia sentido isso por ninguém, nunca tive “ciúmes”, se é que posso chamar esse sentimento de “ciúmes”, mas hoje sei que ele dói, e dói muito. Não importa se ele está presente fisicamente ou não, só em saber que ela está falando com ele, falando nele, isso já me destrói completamente, mas não posso culpá-la de nada, isso tudo é minha culpa, pois fui eu que tive medo de dizer o que sinto, fui eu que escondi meus sentimentos, fui eu que me sufoquei com um sentimento que é maior do que possa imaginar...

Muitos homens dizem que nunca vão chorar por uma mulher, mas hoje uma lágrima escorreu pelo meu roto ao te ver com outro alguém que não era eu, com alguém que não quer ser apenas seu amigo... Uma lágrima que nunca rolou por ninguém, hoje caiu por você, mas de quer vai adiantar me lamentar por algo que não tive coragem de fazer? Não adianta mais falar e nem gritar o quanto te amo, pois agora você tem outra pessoa, tenho que encarar realidade e mais do que nunca superar o fato de não poder estar com você, de não poder ter você, sei que não vai ser fácil, mas tenho que te esquecer, de um jeito ou de outro, o melhor agora vai ser te evitar, parar de ir onde ela vai, deixar de procurá-la, evitar encontrá-la, nem que pra isso eu tenha que usar caminhos diferentes. Não quero que pense que isso vai mudar a nossa amizade (deixar de falar com você ou deixar de ir ao lugares onde costumamos ir), isso só quer dizer que quero passar um tempo sem te ver, para que não seja tão doloroso o esquecimento, o que vai ser difícil, mas não impossível. Não quero que apareça mais para mim, pois não posso supor a ideia de você estar gostando de outro. Isso só vai me ferir ainda mais.

Hoje, me pergunto o porquê de não ter tido coragem de dizer “fica comigo” ou “quer namorar comigo?”, a resposta é medo... Medo de receber um não, de não poder ser mais seu amigo... Ou foi vergonha, insegurança, nervosismo, falta de coragem ou todos juntos me impedindo de tentar te conquistar e de ter você pra mim. Posso até estar errado sobre ela, mas o que os olhos veem, o coração sente e naquela hora ele sentiu, sentiu tanta dor... raiva.. ódio... tudo junto, mais não de você e sim de mim, por não poder fazer nada, por não ter feito o que já deveria ter feito, te dizer tudo. Uma vez me disseram que a felicidade é construída por momentos e de todos os pedacinhos de felicidade que tenho na minha memória, você faz parte da maioria. E antes que eu consiga chegar ao fim da minha caminhada por um lugar que nunca existiu, um lugar que só estava na minha mente durante esse tempo todo e que nunca virou realidade a não ser pelo fato de você ser anjo e que por acaso apareceu na minha vida, tenho que te dizer 'adeus' e que mesmo que não possa ter o seu amor, vou continuar te amando e tudo o que desejo nessa vida é um beijo seu. Apenas um beijo. Um beijo que guardarei para todo o sempre.
Postar um comentário